É FÁCIL SER MULHER.

É FÁCIL EMPREENDER NO BRASIL.

É FÁCIL MONTAR E MANTER UMA IMOBILIÁRIA.

NADA é fácil para a mulher empreendedora não é verdade?

Estar à frente de uma imobiliária então, vamos multiplicar os desafios por 10?!

Abri a minha imobiliária no peito e na raça, como todo brasileiro – com sangue nos olhos. Consegui êxitos, claro! Afinal, quando queremos realizamos, tiramos força e determinação de onde a gente menos acredita que temos e vamos lá e, como num passe de mágica, a coisa acontece. E assim foi comigo.

Bom, deixa eu me apresentar…

Sou Glauce Santos, empreendedora – me chamam de “desbravadora”, acho que é por causa desse ímpeto em buscar o novo, quebrar as regras, paradigmas e pagar pra ver.

Por quase 9 anos mantive a minha imobiliária com a minha cara e meu nome estampado na fachada – GLAUCE SANTOS IMÓVEIS na Ilha do Governador, onde estou até hoje! Faturava bem, tinha um time pequeno e engajado, eu fazia minhas vendas como corretora e era admirada pelos clientes, ah… Era o meu troféu, até o previsível acontecer…

Perdi peças chaves do time – na época éramos um time com quase 10 Corretores, passei a trabalhar feito louca para compensar as perdas. Consegui, mas o desgaste emocional e físico ocorreu na mesma proporção.

Poxa, pensei – Abri esse negócio para deixar um legado para meus filhos e percebi que desta maneira não iria dar certo, pois vivia às voltas como uma corretora e não como uma empresária. Então comecei a perceber que doía muito, doía pra caramba saber que eu tinha uma empresa, que para o mercado era uma empresa e na verdade só parecia uma. Se algo acontecesse comigo – um acidente (graças a Deus não aconteceu nada de grave), ou se até quisesse “me desligar de tudo” e sair de férias não era possível. E os clientes? E a administração? E os contratos?

Se você não tem uma história parecida com a minha, parabéns e que permaneça dessa forma! Acontece que a maior parte do nosso mercado é assim. Corretores de Imóveis, falo dos bons – abrem suas imobiliárias e acabam sendo Corretores com imobiliárias e não empresários do mercado imobiliário – como eu fui por 9 anos.

Essa sensação é o que chamamos de “O mito do Empreendedor”, em que a pessoa “técnica” abre o negócio e começa a trabalhar na execução e não como empresário/gestor. Daí o pior acontece, você não trabalha para o seu negócio crescer. Concorda comigo ou não?

Foi então, que após abrir a mente e focar no objetivo inicial – que era deixar um legado aos meus filhos, busquei informações sobre a Franquia Imobiliária RE/MAX. Fiz muita pesquisa, afinal, eu queria um negócio grande, uma estrutura consistente que fizesse diferença em minha vida e na vida das pessoas que se juntassem a mim e ao meu marido – fossem Corretores de Imóveis, team administrativo e agora novos empreendedores e empresários como eu. E encontrei.

Há 2 anos converti minha imobiliária em uma franquia RE/MAX – agora RE/MAX Conecta, e hoje posso afirmar que tenho uma empresa de verdade, não sou mais uma Corretora de Imóveis com CNPJ, tenho um time de 45 Corretores Associados maravilhosos, e tudo o que faço diariamente é pensar em estratégias para melhorar a performance deles (percebe que o objetivo agora é outro?). Tudo mudou, agora tenho um mindset de crescimento, por isso dei outro grande passo, decidi ajudar outros empreendedores como eu. Depois de eu mesma testar o modelo que já era testado em mais de 118 países e com 50 anos de história, investi na Master Franquia Regional.

Tomei essa decisão após perceber que temos um território gigantesco a desbravar aqui na Zona Norte e preciso fazer isso com bons parceiros. Estou aqui para dividir essa oportunidade com você, te convido a fazer parte desse desbravamento, a fazer história e deixar seu legado também, penso que juntos vamos mais longe e temos total capacidade de fazer a diferença aqui, e por que não desbravar oceanos azuis explorando outros mercados através da metodologia de rede?!

Aguardo o seu contato, até lá gostaria de lhe dar um presente. Um e-book onde revelamos como organizamos nossa estrutura imobiliária em tempos de crise. Um verdadeiro Manual de Sobrevivência em tempos de isolamento social.

É genuíno, essa é a razão de estarmos aqui, partilhar boas práticas, ajudar o outro, fazer parceria, são uma realidade dentro da RE/MAX e isso fez enorme diferença na minha vida e transformou meu escritório imobiliário numa empresa de verdade.

Forte abraço,

Glauce Santos

Diretora Regional

RE/MAX Rio de Janeiro Norte.

4 Comentários

  1. Parabéns Glauce!
    Pela sua garra, capacidade e determinação você conseguiu empreender com sucesso, e inspirar a tantos outros.

Deixe uma resposta