Você já se sentiu sozinho à frente da sua empresa, ou à frente de algum projeto?

Já teve aquela sensação de impotência diante de um mega desafio e até pensou que não era capaz de superá-lo estando só?

Se sim, não se sinta inferior, a maioria dos empreendedores e empresários  brasileiros já se sentiram assim. Você está falando com uma empresária que também teve esse sentimento… Por isso, gostaria de convidar você a seguir comigo. O texto desta semana tem muito a ver com isso, mas principalmente com o fato de pensarmos em não deixar que outras pessoas se sintam assim. Do propósito de fazermos juntos para que todos ganhem.

Bom, vamos a uma história rápida que reflete o nosso propósito aqui na Zona Norte do Rio:

“Um agricultor de milho era conhecido por só plantar grãos premiados. Todos os anos ele participava em feiras e ganhava uma fita azul de reconhecimento, como ‘Melhor Produtor de Milho’ da região. Em um determinado ano, um jornalista o entrevistou e descobriu o ‘segredo’ do cultivo de milho. O agricultor contou que sempre compartilhava a semente do milho premiado com seus vizinhos. O repórter, espantado, perguntou:

_ Como pode compartilhar sua melhor semente com seus vizinhos, uma vez que eles também entram na competição com o senhor todos os anos? – questionou o repórter surpreso.

_ O senhor não sabe, mas o vento pega o pólen do milho maduro e o espalha de plantação em plantação. Se os meus vizinhos cultivarem milho inferior, logo a polinização degradará continuamente a qualidade do meu milho. Então, se eu quero cultivar milho bom, eu tenho que ajudar meus vizinhos a cultivarem milho bom – explicou o fazendeiro”.

Quis trazer essa história aqui por que eu demorei para perceber que quanto mais eu escondia as boas práticas que fazia para vender mais imóveis, mais eu contribuía com a “degradação” do meu mercado. Quanto mais eu não partilhava, mais eu perdia boas vendas, além de não conseguir fazer o meu negócio crescer… Consegue ver como eu enxergo hoje?

Eu sei que não é fácil, principalmente em um mercado como o nosso, contudo, posso afirmar que é totalmente possível – se JUNTOS, fizermos um trabalho diferenciado, com mais trocas, com mais ética e claro, em parceria. Nesse sentido, para começar, te convido a pensar sob a ótica da parceria imobiliária

Pense que o grão de milho são as técnicas que utiliza para fazer seu trabalho, e o cultivo são a confiança e credibilidade dos clientes proprietários e compradores depositadas em você… Essa história nos mostra a importância da parceria, em todos os sentidos da vida. A parceria no mercado imobiliário começa com a união entre corretores de imóveis e imobiliárias para entregar o melhor serviço para os clientes:

Proprietário – que deseja vender sua propriedade ao melhor preço e com o menor inconveniente possível, e o cliente

Comprador – que precisa de auxílio de um profissional que conheça o mercado, domine o processo de compra e esteja preparado para brigar por ele, fazendo com que atinja seu objeto de melhor compra e não tenha que se preocupar com eventos não previstos.

Por outro lado, dois profissionais Corretores de Imóveis, cada um em uma ponta – um com o vendedor (tem o imóvel), outro com o comprador (tem o interesse de compra), conseguem realizar a transação com mais agilidade, mais ética e assim, todos ganham! Corretores e imobiliárias ganham por encontrar um comprador para o imóvel, por lidarem com pessoas competentes que visam a excelência no atendimento ao cliente e ganham por contribuírem com o crescimento do mercado imobiliário em geral. Já o cliente, ganha por contar com profissionais sérios e comprometidos em ajudá-lo a alcançar o seu objetivo com mais agilidade, segurança e qualidade nos serviços prestados.

Agora vamos voltar a sabedoria do agricultor da história acima. Ele tem consciência de que o milho dele não será o melhor sem que o milho do vizinho também seja. Assim é o mercado imobiliário. Não podemos ser apenas bons e excelentes, temos de ajudar nossos colegas/parceiros a melhorarem continuamente. Aqueles que escolhem viver em paz devem ajudar seus vizinhos a viverem em paz. Quem optar por ser feliz deve ajudar os outros a encontrarem a felicidade. O bem-estar de cada um está ligado ao bem-estar de todos. Essa é a filosofia RE/MAX, por isso, buscamos parceiros com o mesmo objetivo!

Você já deve ter visto que o nosso balão pousa todos os domingos no programa Domingo Legal e o Celso Portiolli faz o merchan na RE/MAX né?! Se sim, legal, contudo eu gostaria que você escutasse o Celso fora do programa. Ele “percebeu” o nosso propósito e por isso “se casou com a RE/MAX”, não só é nosso garoto propaganda, mas um fã do trabalho que estamos desenvolvendo no Brasil…

Se você está na mesma vibe, vamos conversar.

Conheça as formas de fazer parte da franquia RE/MAX. Somos todos empresários do mercado imobiliário. Faça parte desse modelo de sucesso.

1 – Corretor Associado (Agente RE/MAX)

  • Single
  • Dupla
  • Team Leader (imagina você ter uma equipe dentro da estrutura da franquia)
  • Single Premium 60% (Corretor sozinho que ganha 60% dos honorários)
  • Single Premium 70% (Corretor sozinho que ganha 70% dos honorários)

2 – Franqueado (Broker RE/MAX)

  • Empresário que adquire a franquia e monta a imobiliária com a ajuda e apoio da Master Franquia Regional da Zona Norte.

Vamos conversar?

Agende agora uma reunião de apresentação da franquia comigo.


Forte abraço,

Glauce Santos

Diretora Regional

RE/MAX Rio de Janeiro Norte.

Deixe uma resposta